Bodas de Prata

Zé Renato

Compositor: João Bosco

Você fica deitada
De olhos arregalados
Ou andando no escuro
De pegnoir

Não adiantou nada
Cortar os cabelos
E jogar no mar

Não adiantou nada
O banho de ervas

Não adiantou nada
O nome da outra
No pano vermelho
Pro anjo das trevas

Ele vai voltar tarde
Cheirando a cerveja
Se atirar de sapato
Na cama vazia
E dormir na hora
Murmurando: Dora!

Mas você é Maria
Você fica deitada
Com medo do escuro
Ouvindo bater no ouvido
O coração descompassado

É o tempo, Maria
Te comendo feito traça
Num vestido de noivado

©2003- 2018 lyrics.com.br · Aviso Legal · Política de Privacidade · Fale Conosco desenvolvido por Studio Sol Comunicação Digital